Os principais índices americanos tiveram mais um dia positivo nesta terça-feira, com o S&P emplacando o quinto dia de alta consecutivo, se aproximando novamente das máximas históricas.
• Dow: (+0,56%)
• S&P: (+0,74%)
• Nasdaq: (+0,71%)

• Setores: Destaque positivo para o índice Financeiro XLF e Tecnologia XLK, ambos subindo (+0,99%) e Petróleo XLE com ganhos de (+1,13%). Na ponta contrária, Consumo Cíclico XLY fechou em leve queda de (-0,28%). Entre os papeis, Penn National Gamming (+5,2%) e Dominion Energy (4,5%) foram as maiores altas do S&P. Do lado negativo, Western Union (-5,2%) e Ulta Beauty (-10,5%), lideraram as perdas.

• Dólar: O dólar avançou +1,36%, cotado a R$ 5,59.

 

Notícias Corporativas

Netflix ($NFLX)
A Netflix divulgou nesta terça-feira no final do dia os seus resultados do terceiro trimestre e eles apresentaram números sólidos em receitas e quantidade de novos assinantes. Suas receitas foram de U$ 7,48 bilhões em linha com as estimativas, e o lucro por ação ficou na casa dos U$ 3,19 por ação contra U$ 2,56 projetados.
O grande destaque foi que os analistas esperavam que o número de novos assinantes arrefecesse e que eles até migrassem outras plataformas de streaming, por conta dos recentes adiamentos de filmes e séries. A empresa bateu a estimativa com folga, reportando 4,4 milhões de novas assinaturas e declarou que espera adicionar 8,5 milhões de assinantes no quarto trimestre. Além disso, a Netflix também atualizou os investidores em seu interesse no setor de jogos, e disse que começou a testar seus jogos em países selecionados, mas afirmou que “ainda é muito cedo para esta iniciativa”. Os jogos farão parte de seus pacotes de assinaturas e não incluirão anúncios ou compras no aplicativo.
No after, as ações da Netflix operavam em queda de pouco mais de 1%. No ano, seus papeis sobem cerca de 18%, impulsionando o valor de mercado da companhia para U$ 285 bilhões.

Johnson & Johnson – ($JNJ)
Apesar do lucro acima das expectativas, as receitas da Johnson & Johnson (JNJ) no 3T21 foram prejudicadas pelo desempenho da unidade de vacinas para Covid-19 e de dispositivos médicos. Porém, a empresa manteve sua perspectiva de venda das vacinas para 2021 e aguarda uma definição do FDA (a Anvisa americana) sobre a distribuição de 15 milhões de doses adicionais. O lucro por ação do trimestre foi de U$ 2,60 contra a estimativa de US$ 2,35, e as receitas totalizaram U$ 23,34 bilhões ante consenso de U$ 23,72 bilhões. O segmento de Consumo que possui marcas conhecidas como Tylenol e Listerine atingiu US$ 3,7 bilhões em receitas, (+5,3% vs. 3T20), impactado por maiores vendas de medicamentos não prescritos (OTC) como analgésicos e remédios para digestão. Já o segmento farmacêutico cresceu 13,8% no mesmo período (para US$ 13 bi), com destaque para os produtos para doenças imunológicas e oncológicas (60% das receitas) e para doenças infecciosas como é o caso da vacina dose única para a Covid-19. A receita com a produção da vacina foi de US$ 500 milhões no trimestre (US$ 766 milhões no ano), apesar de problemas de qualidade em uma fábrica em Baltimore que causou a perda de 60 milhões de doses. Por fim, o segmento de Medical Devices também cresceu, alcançando US$ 6,6 bilhões em receita (+8,0% vs. 3T20). Vale lembrar que em 2020 este foi o segmento da JNJ mais afetado por causa do adiamento de cirurgias “não urgentes” na pandemia.
As ações da Jonhson & Johnson tiveram alta de 2.3% ontem e no ano sobem 4%.

Procter & Gamble ($PG)
Nesta terça-feira, a Procter & Gamble, dona das marcas Oral-B e Gillette resultados trimestrais acima das expectativas dos analistas. No entanto, o aumento vertiginoso dos custos segue pressionando as margens da companhia. Falando dos números principais: Lucro por ação: U$ 1,61 vs U$ 1,59 esperado; e Receita de U$ 20,34 bilhões contra U$ 19,91 bilhões projetados
A divisão de saúde apresentou o melhor desempenho entre todos os segmentos, com um crescimento orgânico de 7%. O aumento dos preços de alguns produtos da P&G, compensaram o acréscimo nas despesas com frete durante o trimestre, mas não conseguiram acompanhar os crescentes custos das commodities. O CFO, Andre Schulten, disse que a empresa pode elevar os preços de certos produtos nas categorias de beleza, higiene bucal e cuidados pessoais para lidar com a inflação. Para o ano de 2022, a companhia estima os custos mais elevados podem impactar os lucros fiscais em U$ 2,3 bilhões, acima de sua previsão anterior de U$ 1,9 bilhão.
Hoje, o valor de mercado da P&G é de aproximadamente U$ 344 bilhões. Ela negocia a 22x lucros para 2022 e distribui um yield de 2,44%. Seus papeis caiam cerca de 1,5% no pregão de hoje, mas no ano, operam em alta de 2,3%.

Halliburton ($HAL)
A Halliburton divulgou seu resultado ontem pela manhã com números que corresponderam às previsões do mercado em termos de lucros ainda que com receitas levemente abaixo do esperado. Suas ações apagaram as perdas do início da sessão e encerraram o dia no 0x0.
A Halliburton fornece serviços e produtos para a indústria de petróleo e gás natural em aproximadamente 70 países. O salto nos preços do petróleo (mais de 70% no ano para o WTI) e na atividade de perfuração impulsionaram a demanda por seus serviços e equipamentos. Os $0. 28/ação de lucro ficaram acima do esperado e bem acima dos $0.11/ação do ano anterior. As receitas de $3.86 bilhões ficaram levemente aquém do esperado de $3.91 bilhões. Ela foi a primeira grande empresa de serviços para petróleo a relatar seus resultados; as rivais Baker Hughes (BKR) e a Schlumberger (SLB) apresentarão resultados no final desta semana. O CEO deu um comentário positivo acerca do momento da empresa. Disse que “enxerga um ciclo de crescimento de vários anos se desenrolando e que a rigidez estrutural das commodities globais leva ao aumento da demanda pelos serviços da companhia”.
A empresa vale $22 bilhões na bolsa americana e suas ações vem surfando o bom momento da indústria de energia com altas de 35% no ano.

United Airlines ($UAL)
As ações da United Airlines subiam mais de 2% no aftermarket, após seus resultados trimestrais superarem as estimativas. Suas receitas somaram U$ 7,75 bilhões versus U$ 7,64 bilhões projetados e o prejuízo por ação foi de -U$ 1,02 ante consenso de -U$ 1,67.
No terceiro trimestre, a capacidade operacional permaneceu abaixo dos níveis de 2019 em 28%, enquanto a receita operacional total caiu 31,9%. Para os últimos 3 meses do ano, a companhia não forneceu suas projeções de lucros, mas estima receitas entre U$ 7,5 e U$ 8,1 bilhões. Na semana passada, a Delta Airlines alertou que a alta nos preços dos combustíveis poderia impactar seus resultados financeiros do quarto trimestre. Para 2022, a United planeja capitalizar sobre os níveis recorde de voos projetados na Europa, e pretende expandir sua capacidade de voos internacionais em 10%. A empresa reiterou que as margens de suas atividades internacionais estão melhorando continuamente.
Hoje, a United Airlines é a terceira maior companhia aérea americana, com um valor de mercado de U$ 15,2 bilhões. No ano, suas ações acumulam alta de 9%.

 

O que esperar para o mercado hoje:

• Ásia: As bolsas asiáticas tiveram resultados variados, após o Banco Popular da China manter a taxa referencial de juros com vencimento em um ano inalterada, em 3,85%, e a com vencimento em cinco anos em 4,65%, em linha com a expectativa de analistas ouvidos pela agência internacional de notícias Reuters. Os papéis do Alibaba avançaram, em meio à notícia de que o fundador do Alibaba, Jack Ma, estava viajando à Europa. Ele estava fora dos holofotes havia meses após realizar comentários aparentemente criticando reguladores chineses.

• Europa: As bolsas europeias se mantêm estáveis em meio ao sentimento fraco nas negociações globais de overnight. O índice Stoxx 600 se mantém estável, com resultado negativo de papéis do varejo e positivo do setor de alimentos e bebidas.

• Futuros: Os índices futuros americanos se mantêm estáveis • Agenda: às 11:30h temos os Estoques de Petróleo Bruto.

• Balanços: Nasdaq, Verizon, NextEra Energy, ASML Holding, Abbott Laboratories, Anthem e Biogen agora pela manhã. E após o fechamento de mercado: Tesla, IBM, Crown Castle International e HP.

Gostou deste artigo?

Se inscreva na nossa newsletter e fique por dentro de tudo

    Desejo receber atualizações de notícias, eventos e ofertas.

    Ainda não é cliente?

    Abra sua sua conta sem custos para ter acesso a todo o nosso material

    Abra sua conta