Como foi o mercado ontem:

**ONTEM**
Em mais uma sessão volátil, os principais índices americanos fecharam em queda nesta terça-feira, mas bem longe de suas mínimas de sessão, enquanto os investidores aguardam a declaração do FOMC sobre os rumos da política monetária.

• Dow: -0,19%
• S&P: -1,22%
• Nasdaq: -1,67%

Setores: Destaque positivo para o setor Financeiro (+0,42%) e Energia (+3,88%). Na ponta negativa, Consumo Cíclico (-1,69%) e Tecnologia (-2,31%).

Dólar: O dólar fechou em queda de 1,22%, cotado a R$ 5,43, com as operações locais acompanhando ao longo do dia a perda de fôlego da moeda norte-americana no exterior, em meio ao contínuo fluxo de estrangeiro para emergentes.

Notícias Corporativas

A Microsoft ($MSFT)
As ações da Microsoft chegaram a operar em baixa de mais de 5% no after-market apesar dos resultados divulgados para o 2o trimestre fiscal do ano terem vindo acima das expectativas do mercado. Porém, após a divulgação das projeções para 2022 (que vieram melhores do que o esperado), as ações fecharam com mais de 3,0% no campo positivo. O lucro por ação foi de US$ 2,48 vs. estimativas de US$ 2,31 e as receitas somaram US$ 51,7 bilhões vs. US$ 50,9 bilhões estimados.
As receitas cresceram 20% na comparação anual com destaque para o segmento de Intelligent Cloud (+29% YoY), que inclui os serviços do Azure, GitHub e de produtos de servidores como o Windows Server. A alta foi fortemente impactada pelo aumento de 46% das vendas do Azure e outros serviços de cloud.
Outro segmento de destaque foi o de Produtividade e Processos, que inclui o Pacote Office, Office 365, Linkedin, Dynamics, entre outros. As receitas do segmento foram de US$ 15,9 bilhões, alta de 19% em relação ao valor observado no mesmo período do ano anterior.
Dentre os principais destaques, a empresa teve uma alta de 37% nas receitas do Linkedin e de 15% nas receitas do Microsoft 365 Consumer, que atingiu a marca de 56,4 milhões de usuários.
De acordo com a CEO, Satya Nadella, atualmente existem mais de 1,4 bilhão de dispositivos ativos executando os sistemas operacionais Windows 10 ou Windows 11.
Vale lembrar que no início do mês, a Microsoft anunciou a compra da produtora de jogos Activision por US$ 68,7 bilhões, em um dos seus maiores movimentos dentro do mercado de games. Apesar disso, uma das principais franquias da companhia, o Call of Duty, ainda deve ter sua versão disponível para PlayStation – o console de games da concorrente Sony – nos próximos 3 anos por questões contratuais.
A empresa possui mais de US$ 2,1 trilhões em valor de mercado e as ações operam em baixa de 14% desde o início de 2022, impactadas pelo sell-off de ações de tecnologia por conta do receio com o aumento das taxas de juros nos Estados Unidos.

General Eletric ($GE)
A General Eletric (GE) reportou resultados líquidos acima das expectativas do mercado para o 4o trimestre de 2022. Porém, piores projeções fizeram com que as ações da gigante americana reagissem negativamente no pregão de ontem, fechando em queda de 6%. A companhia reportou um lucro por ação de US$ 0,92 vs. expectativas de US$ 0,84 e receitas totalizando US$ 20,3 bilhões vs. US$ 21,3 esperados.
A GE, assim como outras empresas de diversos portes, sofreu com os problemas na cadeia de suprimentos, que aumentaram os prazos e estoques além do custo de mão-de-obra. Além disso, a pressão inflacionária visível na economia americana impacta negativamente suas linhas de negócio por aumentarem custos com transporte e com matéria-prima.
A companhia revisou suas projeções de lucro para 2022 de US$ 2,80 a US$ 3,50 por ação, enquanto as expectativas do mercado estavam na faixa de US$ 3,90.
A General Eletric tem US$ 106,4 bilhões de valor de mercado e suas ações apresentam movimento lateral no ano de 2022.

Calendário de Resultados da Semana

O que esperar para o mercado hoje

Para hoje o tom positivo parece estar contaminando os mercados.

• Ásia: O índice de Shangai (+0,86%), enquanto no Japão, a Nikkei fechou (-0,44%).

• Europa: Na Europa, a Euro Stoxx opera em alta (+2,16%). O CAC40 (índice francês) (+1,96%) e a DAX (índice alemão) (+2,04%), enquanto, na Inglaterra (FTSE100) (+1,85%).

• Futuros: e os futuros americanos temos o Nasdaq com +1,75%, +1,25% para o S&P e de +0,87% para o Dow.

• Agenda: Declaração do FOMC

• Balanços: Tesla, Abbott Laboratories, Intel, AT&T, Boeing, Anthem, ServiceNow, ADP e Crown Castle.

Gostou deste artigo?

Se inscreva na nossa newsletter e fique por dentro de tudo

    Desejo receber atualizações de notícias, eventos e ofertas

    Ainda não é cliente?

    Abra sua sua conta sem custos para ter acesso a todo o nosso material

    Abra sua conta