Como foi o mercado ontem:

Na última sexta-feira, os principais índices americanos encerraram o dia próximos a estabilidade, após uma semana volátil em Wall Street.

• Dow: (+0,10%)
• S&P: (+0,15%)
• Nasdaq: (-0,03%)

• Setores: Destaque positivo para o índice Financeiro XLF subindo (+0,53%) e Petróleo XLE fechando em alta de (+0,75%). Na ponta negativa tivemos Real Estate IYR caindo (-1,41%) e Biotecnologia XBI cedendo (-2,03%). Entre os papéis, destaque para as ações do Costco (COST) com alta de 3.3% refletindo bons números reportados pela empresa; e o Match Group (MTCH) com alta de 4%. Na ponta negativa Moderna (MRNA) e Nike (NKE) sofreram com quedas de 5.4% e 6.3% respectivamente. Apesar dos pesares a semana encerrou com alta para os 3 índices americanos. O Dow fechou em alta de 0,6%, encerrando uma sequência de três semanas de perdas; o S&P avançou 0,5% na semana; e o Nasdaq teve alta de 0,02%. O mês de setembro é tradicionalmente desafiador para o mercado acionário. Até o momento, o S&P tem queda de 1,5%; o Dow recua 1,6%; e o Nasdaq perde 1,4%.

• Dólar: O dólar fechou em alta de 0,65%, cotado a R$ 5,34. Esse foi o maior patamar de fechamento em um mês frente ao real.

• Economia: Na semana passada, os contratos futuros do barril de petróleo operaram em alta, puxando as ações relacionadas ao setor. A ConocoPhillips ($COP) e a Devon Energy acumularam ganhos de mais de 10% nos últimos 5 pregões. As maiores do setor, Chevron e Exxon, também se beneficiaram e subiram cerca de 4% na semana. No ano, os contratos da commodity já sobem mais de 50%, com o WTI negociando próximo aos U$ 74, e o Brent acima dos U$ 77.
Segundo Jeff Currie, chefe global de pesquisa de commodities do Goldman Sachs, o petróleo pode subir para U$ 90 o barril se o inverno que se aproxima no hemisfério norte for mais frio do que o normal. Tal aumento seria U$ 10 acima da última previsão do banco e deve ser acompanhado por um período prolongado de altos preços do gás natural que já teve consequências desastrosas para os fornecedores de energia do Reino Unido. Para ele, o aperto no fornecimento de gás na Europa elevará a demanda por petróleo como alternativa em um momento em que a produção global ainda é restrita.

 

Notícias Corporativas

Carnival Corp ($CCL)
As ações da operadora de cruzeiros, Carnival Corp subiram 3% após a companhia comunicar que as viagens para o terceiro trimestre tiveram fluxo de caixa positivo e espera que isso continue. As outras empresas do setor também reagiram positivamente. Os papeis da Norwegian Cruise Line aumentaram cerca de 3% e da Royal Caribbean, 2,8%.

Roku ($ROKU)
A plataforma de streaming de vídeo Roku, uma das maiores posições do fundo ARKK de Cathie Wood, teve sua recomendação rebaixada para “equal weight” pelo Wells Fargo. O banco disse que o aumento da concorrência pode dificultar o crescimento do faturamento da companhia. Os papeis da empresa caíram cerca de 3,8% na sessão. Hoje, a Roku está avaliada em aproximadamente U$ 44 bilhões, negociando a 19x sales.

Salesforce ($CRM)
A Salesforce estendeu os ganhos do dia anterior, subindo mais 2,8%, depois que Piper Sandler elevou sua recomendação de neutro para overweight, dizendo que a empresa poderá ver “um período de vários anos de expansão de múltiplos”. Na última quinta-feira, a companhia de software elevou sua projeção de receita para o ano inteiro de 2022 e viu suas ações saltarem mais de 7%. No ano, os papeis já acumulam alta de 28%, levando o valor de mercado da Salesforce para U$ 272 bilhões.

 

O que esperar para o mercado hoje:

• Ásia: as bolsas asiáticas têm resultados variados. Investidores monitoram os papéis relacionados à incorporadora Evergrande. O Shanghai composto perdeu 0,84%. Os papéis do China Evergrande New Energy Vehicle Group listados em Hong Kong perderam 9,42%, após a empresa alertar na sexta que passa por uma “forte falta de recursos”. Os papéis do Grupo Evergrande listados em Hong Kong avançaram, por outro lado, 8,05%. A empresa ainda não se manifestou sobre o pagamento de títulos denominados em dólares no valor de US$ 83 bilhões, que venciam na última quinta-feira. O índice Hang Seng, de Hong Kong, avançou 0,1%; no Japão, o Nikkei permaneceu estável; na Coreia do Sul, o Kospi avançou 0,27%.

• Europa: Na Europa, o índice Stoxx 600 avança 0,4%, com destaque positivo para ações dos setores de petróleo e gás. Quase todos os setores e principais bolsas operam em território positivo. Na Alemanha, resultados preliminares indicam que o Partido Social Democrata, de centro-esquerda, tem a maior parte dos votos, de 25,8%. O bloco de Angela Merkel, formado pela União Democrática Cristã pela União Social Cristã tem 24,1% dos votos. Mas para que uma nova chanceler seja eleita é possível que as negociações sobre uma coalização, que podem começar já nesta segunda, demorem semanas, ou mesmo meses.

• Futuros: No noticiário político, investidores monitoram a tentativa do governo de Joe Biden de evitar um “shutdown”, ou seja, uma redução do funcionamento, do governo. No domingo, a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, afirmou que espera que o projeto de infraestrutura de US$ 1 trilhão defendido pelo governo democrata seja aprovado nesta semana.
Para evitar o “shutdown”, o governo precisa aprovar o orçamento até o final de setembro. Legisladores também precisam encontrar uma forma de aumentar ou suspender o teto de gastos em outubro, de forma a evitar que os Estados Unidos deixem de pagar sua dívida pela primeira vez. Futuros em tons mistos hoje. Dow sobe, S&P estável e Nasdaq cai.

• Agenda: às 9:30 temos o Núcleo de Pedidos de Bens Duráveis. Na semana temos confiança do consumidor amanhã; discurso de Jerome Powell na quarta, bem como dados de PMI da China; PIB dos EUA na quinta; feriado na China na sexta e PMI dos EUA no mesmo dia.

• Balanços: Micron, Paychex, Cintas, Carmax, Bed Bath and Beyond.

 

Gostou deste artigo?

Se inscreva na nossa newsletter e fique por dentro de tudo

    Desejo receber atualizações de notícias, eventos e ofertas

    Ainda não é cliente?

    Abra sua sua conta sem custos para ter acesso a todo o nosso material

    Abra sua conta