Avenue
Compartilhe este post

A Coca-Cola reportou nessa quarta-feira (26/07/2023), antes da abertura, os seus resultados do 2T23 com números que superaram as expectativas do mercado. As ações estavam reagindo positivamente no pré-mercado.

Receitas cresceram 6% ano contra ano, alcançado US$ 12 bilhões (o mercado esperava US$ 11,7 bilhões), e o lucro por ação ajustado subiu 11% para US$ 0,78, acima dos US$0,72 esperados pelos analistas. Os resultados revelaram que a demanda praticamente não foi impactada pelos sucessivos aumentos de preços da empresa, o que deu suporte a esse aumento de receita.

No segundo trimestre, os preços médios de venda da Coca-Cola aumentaram 10%, enquanto os volumes na América do Norte diminuíram 1%, demonstrando pouco impacto na demanda, com os volumes totais de unidades mantendo-se estáveis. Em EMEA (Europa, Oriente Médio e África) e na América Latina, os preços subiram 14% e 17% respectivamente, enquanto a demanda caiu 5% em EMEA, mas subiu 4% na América Latina liderado por México e Brasil.

Perante este cenário a empresa também anunciou uma revisão para cima do seu guidance. A empresa espera agora um crescimento anual da receita em 2023 entre 8% e 9% (anteriormente entre 7% e 8%). As perspectivas para o lucro por ação também foram positivamente revistas para um crescimento anual de 5% a 6%, comparado com a expectativa anterior de 4% a 5%.

 

 

Números Gerais:

– Receitas: US$ 12 bilhões vs. US$ 11,7 bilhões esperado pelos analistas.

– Lucro por Ação: US$ 0,78 ajustado vs. US$ 0,72 estimado.

– A Coca-Cola possui um valor de mercado de aproximadamente US$ 270 bilhões, P/E (price/earnings) de 27,3 um dividend yield de 2,95% no ano as suas caem 1,1%.

 

Para mais resumos como este, acesse o nosso canal no Telegram: https://t.me/avenuesec

 

Fale com a gente