Avenue
Compartilhe este post

A American Express reportou nesta sexta-feira (20/10/2023), antes da abertura de mercado, os seus resultados com números melhores que o esperado pelo mercado e suas ações repercutem positivamente.

A empresa gerou um lucro líquido de US$ 2,45 bilhões, ou US$ 3,30 por ação, em comparação com US$ 1,88 bilhões, ou US$ 2,47 por ação, no mesmo trimestre do ano anterior – os analistas estimavam US$ 2,96 por ação. Suas receitas totais líquidas subiram para US$ 15,4 bilhões, em comparação com US$ 13,6 bilhões no ano anterior, marcando o sexto trimestre consecutivo de receita recorde para a American Express – levemente acima da expectativa de US$ 15,37 bilhões.

Os volumes totais da rede, valor total das transações feitas por meio da rede de pagamentos, aumentaram 7% para US$ 420,2 bilhões. A Amex destacou gastos “fortes” dos consumidores, em geral, com destaque para o aumento nas despesas de viagem e entretenimento, que cresceram 13%. Os gastos em restaurantes foram uma das categorias de viagem e entretenimento que mais cresceram no terceiro trimestre.

Por fim, a American Express registrou um aumento nas provisões totais para perdas de crédito, que subiram para US$ 1,2 bilhão desde US$ 778 milhões no mesmo período do ano anterior. A empresa, contudo, mencionou que está observando métricas de crédito positivas, com taxas de perda líquida e taxas de inadimplência abaixo dos níveis pré-pandêmicos.

 

Resultados Gerais:

– Receitas: US$ 15,38 bilhões vs. US$ 15,37 bilhões esperados pelos analistas.

– Lucro por Ação: US$ 3,3 vs. US$ 2,96 estimado.

– A Amex possui um valor de mercado de aproximadamente US$ 105 bilhões, PE (price/earnings) de 14,61, um dividend yield de 1,67% e no ano as suas ações caem cerca de 2%.

 

Para mais resumos como este, acesse o blog da Avenue: https://avenue.us/resultados-trimestrais/

 

Fale com a gente