Avenue
Compartilhe este post

Na segunda-feira (18/mar) uma reportagem da Bloomberg noticiou que a Apple estaria em negociações para permitir que o Google Gemini potencialize recursos de AI do iPhone. Ambas as ações repercutiram positivamente a notícia.

Citando pessoas familiarizadas com o assunto, a Bloomberg disse que as duas empresas estão “em negociações ativas” para que o Gemini (da Google) seja usado para potencializar novos recursos que serão lançados no software do iPhone ainda este ano – o próximo update do iPhone da Apple, o iOS 18, é esperado para a Worldwide Developers Conference, em junho, quando a empresa deve falar mais sobre seus planos para inteligência artificial generativa. Na última conferência anual de resultados em fevereiro o CEO da Apple, Tim Cook, disse que a empresa está “investindo significativamente” nessa frente. Ainda na mesma reportagem, foi mencionado que a Apple também manteve discussões com a OpenAI e considerou usar seu modelo.

A notícia ainda que de cunho especulativo gera margem para que o mercado estime o impacto e potencial de um acordo entre as duas empresas.

Pelo lado da Alphabet vemos como positivo pelos seguintes aspectos: (i) pode abrir uma frente relevante de crescimento em ferramentas de pesquisa através das devices da Apple; (ii) movimento importante que visa dificultar a expansão de concorrentes no seu segmento de busca; (iii) dado que os modelos de inteligência artificial generativa requerem o acesso e o uso a uma maior quantidade de informação e dados para o seu aprimoramento, tal porta tenderia a ser também positivo para o desenvolvimento da ferramenta do Google.

Para Apple, é uma forma de entrar ou de participar de uma forma mais efetiva da atual “corrida” de desenvolvimento de inteligência artificial. Não obstante, tal qual já ocorre com a Google que paga alguns bilhões de dólares a empresa para tornar seu mecanismo de busca a opção padrão no navegador Safari no iPhone e em outros dispositivos, imagina-se que o mesmo ocorreria com o Gemini, com o Google pagando a Apple para oferecer sua ferramenta no ecossistema da Apple.

Por fim, vale mencionar que entendemos que dado o porte e envergadura de tal parceria, acreditamos que ela levantaria questionamentos e um maior escrutínio por parte dos reguladores, tanto nos EUA quanto Europa.

A Apple possui possui um valor de mercado de cerca US$ 2,705 trilhões, P/E (price/earnings) de 27,22, um dividend yield de 0,55% e no ano as suas caem 9,13%.

A Alphabet, controladora do Google, possui possui um valor de mercado de cerca US$ 1,828 trilhão, P/E (price/earnings) de 25,25, não paga dividendos e no ano as suas sobem 4,88%.

 

Para mais resumos como este, acesse o blog da Avenue: https://avenue.us/resultados-trimestrais/

 

DISCLAIMER

A Avenue Securities LLC é membro da FINRA e da SIPC. Oferta de serviços intermediada por Avenue Securities DTVM. Veja todos os avisos importantes sobre investimento: https://avenue.us/termos/.

As expressões de opinião são a partir desta data e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. Não há garantia de que estas declarações, opiniões ou previsões aqui fornecidas se mostrem corretas. Este material está sendo fornecido apenas para fins informativos. Qualquer informação não é um resumo completo ou uma declaração de todos os dados disponíveis necessários para tomar uma decisão de investimento e não constitui uma recomendação.

 Não há garantia de que essas opiniões ou previsões aqui fornecidas se mostrem corretas.

Os links estão sendo fornecidos apenas para fins informativos. A Avenue não é afiliada e não endossa, autoriza ou patrocina nenhum dos sites listados. A Avenue não é responsável pelo conteúdo de qualquer site ou pela coleta ou uso de informações sobre os usuários de qualquer site.

 

Fale com a gente