Avenue
Compartilhe este post

A Meta Platforms (antiga Facebook) reportou nesta quarta-feira (25/10/2023), depois do fechamento dos mercados com números que bateram as estimativas do mercado, mas com uma previsão menos otimista para o trimestre seguinte e isso fez pesar a ação, após forte alta acumulada no ano.

A Meta percebeu um crescimento de receita de 23% ante mesmo trimestre do ano anterior o qual se traduziu em expansão de lucros de mais de 160% na mesma base de comparação. Essa melhora se deve em grande parte aos avanços que a empresa obteve na eficácia de seus anúncios online depois das mudanças de privacidade do iOS da Apple em 2021, que tornou mais difícil para empresa atingirem os usuários.

A empresa informou que peça chave para essa melhora foram seus investimentos em inteligência artificial que a ajudou a conquistar empresas que buscam oferecer promoções direcionadas aos clientes. Com isso, segundo o CEO Mark Zuckerberg a empresa viu um aumento de 7% no tempo gasto no Facebook e de 6% no Instagram até agora neste ano. Outro fator que ajudaram os resultados da empresa foram as iniciativas de redução de custos. Um exemplo foi a diminuição de headcount de 24% na comparação anual que ajudou na redução total de custos da ordem de 7%, mesmo em um cenário de crescimento de receitas da empresa.

Já, olhando a frente, a CFO da empresa previu que as receitas do quarto trimestre possam ser prejudicadas pelo abrandamento de anúncios que fora percebido nos últimos dias, o qual pode ser atribuído aos conflitos no Oriente Médio. Além disso Zuckerberg comentou que em termos de prioridades de investimento, a Inteligência Artificial segue sendo a maior área de investimento em 2024, tanto em engenharia como em recursos informáticos. Por ora a divisão Reality Labs da Meta, que foca em realidade virtual e tecnologias de realidade aumentada, acumulou US$ 3,74 bilhões em perdas operacionais no trimestre e US$ 25 bilhões desde o início do ano.

 

Resultados Gerais:
– Receitas: US$ 34,15 bilhões vs. US$ 33,56 bilhões esperados pelos analistas.
– Lucro por Ação: US$ 4,39 vs. US$ 3,63 estimado.
– Usuários ativos diários: 2,09 bilhões vs. 2,07 bilhões esperados.
– Usuários mensais diários: 3,05 bilhões vs. 3,05 bilhões esperados.
– Receita por usuário: US$ 11,23 vs. US$ 11,05 esperado.
– A Meta possui um valor de mercado de aproximadamente US$ 770 bilhões, PE (price/earnings) de 26,45, não paga dividendos e no ano as suas ações sobem 149%.

 

Para mais resumos como este, acesse o blog da Avenue: https://avenue.us/resultados-trimestrais/

 

 

Fale com a gente