Compartilhe este post

Números bons, mas guidance pesa nas ações

A Netflix (NFLX), reportou nesta quinta-feira (18/04/2024), após o fechamento do mercado, seus resultados do 1T24 com números acima do esperado pelo mercado. No entanto, suas ações reagem negativamente às estimativas levemente mais fracas que o esperado para o 2T24.

A empresa reportou um crescimento de cerca de 15% ano contra ano nas receitas, mas se mostrou hábil na expansão de margens ao entregar um crescimento de lucros bem mais robusto, de 79% a.a., com seu lucro atingindo cerca de US$ 2,3 bilhões ante os US$ 1,3 bilhão de um ano antes. O crescimento da receita foi impulsionado, entre outros fatores, pela expansão de sua base de assinantes de 16% no ano, atingindo 269,6 milhões de assinantes (adição de 9,33 milhões de novos assinantes), número esse bem acima do esperado pelo mercado de 264,2 milhões. A empresa de streaming informou o mercado de que não irá mais reportar o número de crescimento de sua base de assinantes em bases trimestrais. A razão para isso, segundo a gestão da Netflix, é de que a empresa tem buscado focar mais em lucro e rentabilidade e o crescimento de base deixa de ser uma métrica relevante na avaliação da empresa.  A companhia tomou medidas para melhor rentabilizar sua operação como os novos fluxos de receita, linha de publicidade e focando na repressão ao compartilhamento de senhas. Tais medidas deram resultados com a margem de lucro operacional ficando em 28,1% no 1T24 ante os 21% do 1T23. E o fluxo de caixa livre foi de US$ 2,14 bilhões no trimestre, acima das previsões de US$ 1,9 bilhão.

Olhando a frente a Netflix espera um segundo trimestre mais fraco que o primeiro, em linha com a sazonalidade da companhia. Seu guidance de receita de US$ 9,5 bilhões para receita ficou levemente abaixo das previsões de consenso (US$ 9,49 bilhões) e seu lucro estimado por ação de US$ 4,68 também marca um declínio considerável ante o 1T24, apesar de ficar acima dos US$ 4,55 estimados pelo mercado. Para o ano de 2024 a empresa manteve a sua expectativa de crescimento anual entre 13% e 15%.

A empresa falou ainda do crescimento da oferta de conteúdo desportivo ao vivo e de parcerias como WWE, que irão expandir a oferta da empresa de streaming em um novo segmento.

 

Números Gerais:

– Receitas: US$ 9,37 bilhões vs. US$ 9,28 bilhões esperados pelos analistas.

– Lucro: US$ 5,28 por ação ajustado versus US$ 4,52 estimado.

– A Netflix possui um valor de mercado de aproximadamente US$ 265 bilhões, P/E (price/earnings) de 50,80, não paga dividendos e no ano as suas ações sobem cerca de 25%.

 

Para mais resumos como este, acesse o blog da Avenue: https://avenue.us/resultados-trimestrais/

 

DISCLAIMER

A Avenue Securities LLC é membro da FINRA e da SIPC. Oferta de serviços intermediada por Avenue Securities DTVM. Veja todos os avisos importantes sobre investimento: https://avenue.us/termos/.

As expressões de opinião são a partir desta data e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. Não há garantia de que estas declarações, opiniões ou previsões aqui fornecidas se mostrem corretas. Este material está sendo fornecido apenas para fins informativos. Qualquer informação não é um resumo completo ou uma declaração de todos os dados disponíveis necessários para tomar uma decisão de investimento e não constitui uma recomendação.

 Não há garantia de que essas opiniões ou previsões aqui fornecidas se mostrem corretas.

Os links estão sendo fornecidos apenas para fins informativos. A Avenue não é afiliada e não endossa, autoriza ou patrocina nenhum dos sites listados. A Avenue não é responsável pelo conteúdo de qualquer site ou pela coleta ou uso de informações sobre os usuários de qualquer site.

 

Fale com a gente