Avenue
Compartilhe este post

A Visa reportou nessa terça-feira (25/07/2023), após o fechamento do mercado, os seus resultados do 3T23 fiscal, referentes ao segundo trimestre do ano de 2023, superando as expectativas de lucros e receitas.

 

Em linhas gerais, obteve um crescimento de 12% (a/a) na receita líquida, alcançando US$ 8,12 bilhões. Já seu lucro líquido foi de US$ 4,2 bilhões, um aumento de 22% em relação ao ano anterior. Tais números se devem pelo aumento de 9% no volume de pagamentos (em dólar) e o crescimento de 10% no número de transações, mostrando resiliência da Visa no mercado de pagamentos. Além disso, a companhia reportou uma margem operacional de 67,5%, uma melhoria de 60 bps em relação ao ano anterior.

 

Por fim, o avanço do volume internacional, com uma taxa de crescimento de 17% (a/a), e um crescimento ainda mais expressivo de 22% frente ao mesmo período do ano passado, quando excluídas as transações intra-européias, aponta para a recuperação contínua do setor de viagens e turismo. A empresa destaca o potencial de crescimento na região da Ásia, que ainda tem muito espaço para se recuperar após as restrições relacionadas à pandemia.

 

 

Números Gerais:

– Receitas: US$ 8,12 bilhões vs. US$ 8,06 bilhões esperado pelos analistas.

– Lucro por Ação: US$ 2,16 ajustado vs. US$ 2,11 estimado.

– A Visa possui um valor de mercado de aproximadamente US$ 485 bilhões, P/E (price/earnings) de 30,04, dividend yield de 0,76% e no ano as suas ações sobem cerca de 14%.

 

Para mais resumos como este, acesse o nosso canal no Telegram: https://t.me/avenuesec

 

 

 

Fale com a gente