Avenue
Compartilhe este post

O banco JP Morgan reportou nessa sexta-feira (14/07/2023), antes da abertura do mercado, os seus resultados do 2T23, mostrando forte crescimento de lucro e números que superaram as estimativas do mercado. Como reflexo, suas ações subiam no pré-mercado esta manhã.

O JP Morgan reportou um crescimento de 67% em seus lucros na comparação trimestral, número esse também ajudado pela compra do First Republic Bank em maio o que ajudou a reforçar sua receita líquida de juros, que é a diferença entre o que os bancos ganham em empréstimos e pagam em depósitos. Por outro lado, o JP aumentou suas provisões para possíveis calotes em 27%. O lucro do JPMorgan subiu para US$ 14,47 bilhões ante US$ 8,65 bilhões no mesmo trimestre do ano anterior. Todas linhas do banco mostraram evolução e crescimento de resultados: Asset Management mostrou um crescimento de 10% de lucros; o Corporate e Investment Banking também entregaram crescimento semelhante de 10%; já no varejo (Consumer&Community Bank) crescimento de 61% (aqui influenciado pela absorção do First Republic); e o banco comercial com crescimento de 54% (fonte). O banco encerrou o trimestre com cerca de US$2,38 trilhões em depósitos.

Ponto relevante do resultado é a direção ou os comentários do presidente do banco Jamie Dimon, o qual nos últimos resultados havia ressaltado o risco de recessão nos EUA. Dessa vez Dimon reforçou que a economia americana segue resiliente: “a economia dos EUA continua resiliente. Os balanços dos consumidores continuam saudáveis, e os consumidores estão gastando, embora um pouco mais lentamente”.

Números Gerais:

 

– Receitas: US$ 42,40 bilhões vs. US$ 38,96 bilhões esperado pelos analistas.

– Lucro por Ação: US$ 4,75 vs. US$ 4,00 estimado.

– O JP possui um valor de mercado de aproximadamente US$ 435 bilhões, P/E (price/earnings) de 10,98, dividend yield de 2,69% e no ano as suas ações sobem 11,01%.

 

 

Para mais resumos como este, acesse o nosso canal no Telegram: https://t.me/avenuesec

Fale com a gente