Avenue
Compartilhe este post

A The Boeing Co. reportou seus resultados nesta quarta-feira (31/01/2024), antes da abertura do mercado, com números positivos frente às expectativas do mercado.

No último trimestre, a Boeing destacou sua performance na entrega 157 aviões comerciais e acumulação de 611 novos pedidos. A produção do avião 787 atingiu a marca de cinco unidades por mês, enquanto o 737 alcançou a taxa de 38 unidades mensais. A receita trimestral atingiu US$ 22 bilhões, representando um crescimento de 10% em relação ao mesmo período do ano anterior. No acumulado do ano, a receita totalizou US$ 77,8 bilhões, marcando um aumento de 17% ano a ano. Paralelamente, o fluxo de caixa operacional alcançou US$ 3,4 bilhões no trimestre.

Os resultados financeiros revelaram uma recuperação em comparação ao ano anterior, evidenciada por uma margem operacional positiva de 1,3%, contrastando com a margem negativa de 1,7% no mesmo trimestre anterior. O prejuízo por ação também apresentou melhorias, atingindo US$ -0,47, comparado a US$ -1,75 no ano anterior e acima das expectativas do mercado de US$ -0,81.

Na divisão de Aviões Comerciais, a receita cresceu para US$ 10,5 bilhões, impulsionada por um aumento nas entregas e uma composição favorável de mix. Além disso, a Boeing continua a colaborar ativamente com a Federal Aviation Administration (FAA), o órgão regulador da aviação civil nos Estados Unidos, implementando ações para fortalecer a qualidade no 737, especialmente após o acidente do voo 1282 da Alaska Airlines.

A divisão de Defesa, Espaço e Segurança registrou uma receita de US$ 6,7 bilhões, com uma margem negativa de -1,5%. A carteira de pedidos permanece substancial, totalizando US$ 59 bilhões, sendo 29% provenientes de clientes fora dos EUA.

Por fim, a divisão Global Services apresentou uma receita de US$ 4,8 bilhões, com uma margem de 17,4%. Durante o trimestre, a Boeing expandiu suas operações ao inaugurar um novo centro de distribuição na Índia, reforçando sua presença global.

 

Números Gerais:

– Receitas: US$ 22 bilhões vs. US$ 21,26 bilhões esperado pelos analistas.

– Prejuízo por Ação: US$ -0,47 ajustado vs. US$ -0,81 estimado.

– A Boeing possui um valor de mercado de cerca US$ 127 bilhões, não distribui dividendos e no ano as suas ações caem cerca de 16%.

 

Para mais resumos como este, acesse o blog da Avenue: https://avenue.us/resultados-trimestrais/

 

DISCLAIMER

A Avenue Securities LLC é membro da FINRA e da SIPC. Oferta de serviços intermediada por Avenue Securities DTVM. Veja todos os avisos importantes sobre investimento: https://avenue.us/termos/.

As expressões de opinião são a partir desta data e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. Não há garantia de que estas declarações, opiniões ou previsões aqui fornecidas se mostrem corretas. Este material está sendo fornecido apenas para fins informativos. Qualquer informação não é um resumo completo ou uma declaração de todos os dados disponíveis necessários para tomar uma decisão de investimento e não constitui uma recomendação.

 Não há garantia de que essas opiniões ou previsões aqui fornecidas se mostrem corretas.

Os links estão sendo fornecidos apenas para fins informativos. A Avenue não é afiliada e não endossa, autoriza ou patrocina nenhum dos sites listados. A Avenue não é responsável pelo conteúdo de qualquer site ou pela coleta ou uso de informações sobre os usuários de qualquer site.

 

Fale com a gente