Avenue
Compartilhe este post

A Wells Fargo reportou nesta sexta-feira (13/10/2023), antes da abertura do mercado. Os seus resultados superaram as expectativas de Wall Street, impulsionados pelo aumento das taxas de juros que compensaram a desaceleração nas atividades de empréstimos. As ações do banco reagiram positivamente após o anúncio.

O lucro por ação foi de US$ 1,48 no trimestre, superando o consenso da US$ 1,24 por ação. Além disso, os lucros foram significativamente maiores (+72%) do que os 86 centavos por ação registrados no mesmo trimestre do ano anterior.

A receita total atingiu US$ 20,9 bilhões no trimestre, superando a estimativa de consenso de US$ 20,1 bilhões. Esse valor representou um aumento de 6,5% em relação aos US$ 19,6 bilhões registrados no terceiro trimestre de 2022.

O CEO do Wells Fargo, Charlie Scharf, atribuiu o crescimento da receita ao aumento da renda de juros líquidos e à renda não relacionada a juros, beneficiando-se das taxas mais altas e dos investimentos realizados pelo banco. No entanto, o banco sente os efeitos de uma economia desacelerada, com saldos de empréstimos em queda e deterioração nos índices de inadimplência.

O Wells Fargo também destacou que as provisões para perdas de crédito no trimestre incluíram um aumento de US$ 333 milhões no trimestre.

 

Números Gerais:

– Receitas: US$ 20,86 bilhões vs. US$ 20,11 bilhões esperado pelos analistas.

– Lucro por Ação: US$ 1,48 ajustado vs. US$ 1,24 estimado.

– O Wells Fargo possui um valor de mercado de cerca de cerca de US$ 153 bilhões, P/E (price/earnings) de 8,94, um dividend yield de 3,33% e no ano as suas ações sobem cerca de 1%.

 

Para mais resumos como este, acesse o blog da Avenue: https://avenue.us/resultados-trimestrais/

 

 

Fale com a gente