Avenue
Logo Avenue

Por

Avenue

Compartilhe este post

Você sabia que o índice Dow Jones encerrou o ano de 2023 com uma alta de 13,7%? Isso mesmo! Esse desempenho foi impulsionado pelas ações das big techs e pelo avanço da inteligência artificial, que tem se tornado cada vez mais relevante em diversos setores.

Se você pretende diversificar os seus investimentos para mercados externos, entender o que é e como analisar esse indicador é essencial. Afinal, ele é um bom indicativo do desempenho da economia dos Estados Unidos.

Por esse motivo, preparamos este artigo para que você não tenha mais nenhuma dúvida sobre o Dow Jones. Então, se você quer investir em outros mercados com maior segurança, continue a leitura!

 

O que é o índice Dow Jones?

Esse índice, também conhecido como DJIA (Dow Jones Industrial Avarage) é um dos mais tradicionais do mercado acionário americano. Ele reflete o desempenho das ações de 30 empresas de grande porte domiciliadas nos Estados Unidos, abrangendo quase todos os setores, com exceção de serviços de utilidade pública e transportes.

 

Qual a importância?

O índice Dow Jones, juntamente com o S&P 500, é um dos mais acompanhados por analistas e investidores. Por meio da sua análise, você consegue ver como o mercado evoluiu ao longo do tempo e, assim, tomar melhores decisões de investimento.

 

Quais empresas fazem parte do índice?

O Dow Jones é composto por empresas de diversos segmentos, sobretudo saúde e tecnologia. Veja a sua composição setorial:

  • saúde (21,1%);
  • tecnologias da informação (21,1%);
  • finanças (15,3%);
  • bens e serviços industriais (13,9%);
  • bens de consumo discricionário (13,6%);
  • bens de consumo essenciais (7,5%);
  • energia (3,3%);
  • serviços de comunicação (3,1%);
  • e matérias-primas e semimanufaturados (1,1%).

As empresas que fazem parte do índice são:

  • American Express;
  • Amgen;
  • Apple;
  • Caterpillar;
  • Boeing;
  • Chevron;
  • Cisco;
  • Coca-Cola;
  • Disney;
  • Dow;
  • Goldman Sachs;
  • Home Depot;
  • Honeywell;
  • IBM;
  • Intel;
  • Johnson & Johnson;
  • JP Morgan Chase;
  • Merck;
  • Microsoft;
  • McDonald’s;
  • Nike;
  • Procter & Gamble;
  • Salesforce;
  • Travelers Companies;
  • UnitedHealth Group;
  • Verizon;
  • Visa;
  • Walmart;
  • Walgreens;
  • 3m.

 

Como é calculado?

Para fazer parte do Dow Jones, as empresas devem ser domiciliadas nos Estados Unidos e ter uma parte significativa das suas receitas provenientes do mercado nacional. Além disso, a seleção dessas companhias não é baseada em critérios quantitativos. Em vez disso, um Comitê de Índice, composto por representantes da S&P Dow Jones e do Wall Street Journal, utiliza alguns como:

  • a reputação da empresa no mercado;
  • o crescimento sustentável;
  • e o interesse significativo de um grande número de investidores.

 

Qual a diferença entre S&P 500 E Dow Jones?

No universo dos índices financeiros, o S&P 500 e o Dow Jones são dois dos mais reconhecidos e acompanhados em todo o mundo. Embora ambos sejam medidos pela S&P Dow Jones Indices e representem empresas norte-americanas de grande porte, existem diferenças significativas entre eles. Acompanhe!

 

Escopo e composição

O S&P 500 abrange 500 companhias, oferecendo uma visão mais ampla do mercado de ações dos EUA. Por outro lado, o DJIA é composto por 30 empresas, sendo, portanto, mais limitado.

 

Metodologia de cálculo

A metodologia de cálculo de cada índice também varia. No S&P 500, o peso de cada empresa é determinado pela sua capitalização de mercado, que é o número total de ações em circulação multiplicado pelo seu preço. Já no índice Dow Jones, o critério utilizado é o preço das ações, com empresas de ativos mais caros tendo maior influência.

 

Diversidade setorial

Enquanto o S&P 500 inclui empresas de todos os 11 setores definidos pelo Padrão Global de Classificação Industrial, o DJIA exclui empresas dos setores de transportes e serviços de utilidade pública. Isso resulta em uma diferença na representação setorial entre os dois índices.

 

Critérios de inclusão

O S&P 500 estabelece requisitos formais, como um histórico positivo de ganhos, liquidez e outros fatores. Por outro lado, o índice Dow Jones adota critérios mais subjetivos, valorizando a reputação da empresa, seu crescimento e o interesse dos investidores.

 

Frequência de mudanças

As mudanças no S&P 500 são realizadas trimestralmente. Já no índice Dow Jones, as alterações ocorrem conforme a necessidade, sem um cronograma fixo.

 

Como investir no Dow Jones?

Infelizmente, não é possível investir diretamente no índice. Porém, você pode investir em ETFs (Exchange-Traded Funds) indexados ao seu desempenho.

Na Bolsa de Valores brasileira não existe nenhum ETF que reflete o desempenho do Dow Jones disponível. A boa notícia é que você pode abrir uma conta internacional na Avenue, por exemplo, e ter acesso a outros mercados, inclusive o americano.

Outra opção é investir em BDRs (Brazilian Depositary Receipts) das empresas que compões o DJIA. Esses ativos podem ser comprados facilmente na B3.

Como você pode perceber, analisar o desempenho do índice Dow Jones é fundamental para diversificar os seus investimentos para outros mercados. Portanto, não deixe de analisá-lo para tomar decisões cada vez mais assertivas com o seu capital.

E aí, gostou deste post? Então aproveite para abrir a sua conta internacional agora mesmo e aproveite a oportunidade de diversificar os seus investimentos para outros mercados. Até a próxima!

 

Disclaimers:

Tenha em mente que rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura.

 

Logo Avenue

Por

Avenue

chat de atendimento Fale com a gente