Avenue

Por

Julia Severo

Formada em Economia pela FAAP, com pós graduação pelo Insper em Gestão de Pessoas e Negócios. Possui certificação CPA 20.

Compartilhe este post

Liquidez é uma terminologia do mercado financeiro, que muitas vezes nós investidores, não levamos em consideração na hora de investir. Olhamos muitas vezes apenas a rentabilidade do investimento. Até sabemos que ela é importante, mas será que você entende realmente a relevância desse termo para os seus investimentos?

No artigo de hoje, irei explicar o que o que é liquidez e a importância dela para os nossos investimentos.

 

O que é Liquidez?

Existem diferentes conceitos para o termo ‘’liquidez’’ segundo o dicionário Michaelis, que são eles:

  1. Estado ou qualidade do que é líquido; fluidez.
  2. Estado ou qualidade daquilo que se apresenta claramente definido ou determinado, não admitindo, portanto, nenhuma modificação ou alteração.
  3. Grau de negociabilidade de um título, uma ação ou um bem; sua possibilidade de conversão em dinheiro vivo a qualquer momento; solvência, solvibilidade.
  4. Em uma empresa, a diferença entre o disponível e o realizável a curto prazo, por um lado, e as dívidas a curto prazo, por outro.
  5. Característica de uma sentença em que o objeto da condenação e seu valor claro e preciso encontrar-se perfeitamente determinados.[i]

Mas aqui nesse artigo, iremos focar no conceito 3 de liquidez, isto é, para o mundo dos investimentos é a velocidade de transformar um ativo em dinheiro na conta. Por exemplo, uma ação da NASDAQ é mais líquida do que um imóvel físico ou uma obra de arte.

Caso queira saber o que é a NASDAQ, temos um artigo aqui explicando mais: NYSE e NASDAQ: entenda as diferenças entre as principais bolsas dos EUA – Avenue

 

Mas como que isso se aplica ao mercado de capitais?

Para o mercado de capitais, a liquidez é uma das métricas utilizadas para escolhas de aplicações financeiras. Investimentos como renda fixa, renda variável e fundos de investimentos, possuem diferentes níveis de liquidez no mercado.

Costumamos dizer que os investimentos que possuem prazos mais longos, possuem baixa liquidez. Mas isso não é necessariamente ruim, afinal de contas, um investimento de baixa liquidez tende a ter rendimentos maiores do que o de alta. Por isso que podem ser indicados para objetivos de médio ou até de longo prazo.

Já os investimentos com alta liquidez geralmente possuem prazo menores. Dentro desse universo, os mais comuns são investimentos de liquidez diária que iremos falar sobre ele em breve.

A sigla para liquidez é representada pela letra ‘’D+número’’, como por exemplo, D+45 significa que o investimento cai na conta em 45 dias, já D+1, o investimento cairá  em 1 dia. Uma das siglas mais comuns é o D+0, que são investimentos que possuem liquidez diária.

 

Liquidez diária

A liquidez diária, como o próprio nome diz, significa que a partir do momento em que o investidor solicitar o resgate, o recurso estará disponível para ele no mesmo ou no próximo dia útil, já que irá depender do horário que foi solicitado o resgate.

Essa característica pode ser interessante para investimentos que precisam ser acessados com facilidade,  como aqueles que compõem a reserva de emergência.

 

Por que ter uma reserva de emergência ?

Ter uma reserva de emergência faz parte de uma estratégia de investimos, esse recurso – como o próprio nome diz — é utilizado para cobrir situações imprevisíveis que podem impactar as finanças. Como por exemplo, a perda de um emprego, obra inesperadas, carro quebrado, dentre outros.

Assim, para conseguir lidar com eventuais imprevistos sem impactar o seu patrimônio financeiro, é importante montar uma reserva de emergência.

Caso queira saber como montar uma reserva de emergência, vale acessar esse conteúdo:  Como funcionam as reservas de emergência e de oportunidades? (avenue.us)

 

Liquidez no vencimento

Outro conceito conhecido no mercado é o de liquidez no vencimento. Nesse caso, ao invés da sigla ser “D+número”, para esse caso seria em ‘’número+período”, como por exemplo “Vencimento em 2 anos”, que significa que o investimento vence em 2 anos.

Seguindo a linha oposta ao conceito anterior, isto é, o valor aplicado mais a rentabilidade apenas estarão disponíveis na conta do investidor no vencimento dele. Isso não quer dizer que o investimento não possa ser resgatado antecipadamente, ele até pode. Mas é importante lembrar que tanto o investimento em renda fixa, seja Brasil ou Estados Unidos, ele pode sofrer “marcação a mercado”.

Caso queira entender como funciona na prática a marcação a mercado, temos um artigo bem explicativo sobre isso: Marcação a Mercado: O que é e como funciona? (avenue.us)

Já no mercado de renda variável, a compra e venda do ativo costuma acontecer de forma rápida principalmente em mercados mais líquidos como nos Estados Unidos. Contudo, como é um mercado de bolsa de valores não é possível ter certeza de qual será a rentabilidade final, já que o preço é alterado a todo momento.

Então, antes de investir, é importante ter claro de qual será o objetivo daquele recurso. Atualmente no mercado, é possível encontrar investimentos com os mais diversos prazos de vencimento, que atendem tanto objetivos de curto, médio e até longo prazo.

 

Por que é tão importante pensar na liquidez dos seus investimentos?

A liquidez nos investimento são importantes porque a qualquer momento podemos precisar de dinheiro líquido. Por isso, é essencial fazer uma alocação cuidadosa e diversificada dos nossos recursos financeiros, para assim ter recurso disponível, inclusive em uma situação não planejada.

Vale ressaltar que, há riscos ao escolher um investimento que não seja adequado com os seus objetivos e perfil de investidor. Investir sem considerar a liquidez de cada um é algo que pode prejudicar o seu planejamento financeiro.

Por isso, antes de investir é preciso fazer três perguntas muito importantes:

  • Qual o prazo de vencimento para eu ter de volta o dinheiro com os juros acordados?
  • Qual o prazo de carência para o primeiro saque?
  • Qual o prazo de resgate, ou seja, quanto tempo vai levar para eu receber o dinheiro de volta quando solicitar o saque?

E diante disso, tomar uma decisão mais assertiva sobre os seus investimentos.

Além da liquidez, outra estratégia importante é a diversificação de investimentos que visa distribuir os seus investimentos em uma variedade de ativos e classes de ativos diferentes. Em vez de concentrar todo o seu dinheiro em um único lugar, você dilui os riscos ao investir em diversas opções. Essa estratégia pode ajudar a proteger o seu patrimônio e otimizar os seus retornos, reduzindo riscos e aumentar as chances de obter retornos consistentes no longo prazo.

 

Conclusão

Como você pode ver, tão importante quanto saber o que é liquidez, é entender como ela pode afetar as escolhas dos investimentos e do seu planejamento financeiro. O primeiro passo antes de investir é estudar o que pode acontecer a curto, médio e longo prazo na sua vida financeira, e com um planejamento financeiro consciente é possível realizar escolher mais conscientes com os seus objetivos e prazos.

 

Disclaimers:

A situação de cada investidor é única e você deve considerar seus objetivos de investimento, tolerância ao risco e horizonte de tempo antes de fazer qualquer investimento. Investir envolve risco e você pode incorrer em um lucro ou perda, independentemente da estratégia selecionada. O conteúdo acima não é uma recomendação para comprar ou vender qualquer ativo individual ou qualquer combinação de ativos.

Qualquer informação não é um resumo completo ou declaração de todos os dados disponíveis necessários para tomar uma decisão de investimento e não constitui uma recomendação. Os investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os investidores.

Todo tipo de investimento, incluindo fundos, envolve risco. Risco refere-se à possibilidade de que você perderá dinheiro (tanto principal quanto qualquer ganho) ou não consiga ganhar dinheiro com um investimento. A mudança das condições do mercado pode criar flutuações no valor de um investimento em fundos. Além disso, existem taxas e despesas associadas ao investimento em fundos que geralmente não ocorrem na compra de ativos individuais diretamente

Avenue Securities Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. (“Avenue Securities DTVM”) é uma distribuidora de valores mobiliários brasileira devidamente autorizada pelo Banco Central do Brasil (“BCB”) e pela Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”) Os saldos disponíveis em Reais são mantidos na Avenue Securities DTVM Ltda., uma instituição financeira regulada. Os fundos detidos pela Avenue Securities DTVM não são cobertos pelo FGC (Fundo Garantidor de Créditos).

 

REFERÊNCIA:

https://michaelis.uol.com.br/palavra/XpdaD/liquidez/

[i] Liquidez | Michaelis On-line (uol.com.br)

Por

Julia Severo

Formada em Economia pela FAAP, com pós graduação pelo Insper em Gestão de Pessoas e Negócios. Possui certificação CPA 20.

chat de atendimento Fale com a gente