Avenue
Compartilhe este post

A BlackRock reportou nesta sexta-feira (13/10/2023), antes da abertura do mercado, seus resultados do 3T23, com números mistos em relação às expectativas do mercado. No dia as suas ações estão no vermelho.

Pelo lado positivo, aquela que é a maior gestora do mundo medida por ativos sob gestão, reportou um lucro líquido ajustado por ação que veio bem acima das expectativas do mercado. Por outro, a sua receita e AUM (ativos sob gestão) desiludiram. Os lucros do trimestre alcançaram os US$ 1,6 bilhões, ou US$ 10,66 por ação. Quando ajustado, esse número alcançou os US$ 10,91 por ação, bem acima dos US$ 8,26 que os analistas estivam.

A receita de US$ 4,55 bilhões, que registou um aumento de 4,9% ano contra ano, ficou levemente aquém das estimativas de US$ 4,52 bilhões. Os ativos sob gestão situavam-se nos US$ 9,10 trilhões no final do trimestre, abaixo dos US$ 9,4 trilhões do final do 2T23. Os analistas estimavam ativos sob gestão de US$ 9,23 trilhões.

A gestora comentou que, devido as altas taxas de juros, os clientes conseguem obter excelentes retornos tendo o seu dinheiro estacionado em money markets, e isso tem dificultado o fluxo de fundos para a gestora. A BlackRock e o seu CEO Larry Fink também indicaram que estão analisando várias oportunidades de M&A.

Números Gerais:

– Receitas: US$ 4,55 bilhões vs. US$ 4,52 bilhões esperado pelos analistas.

– Lucro por Ação: US$ 10,91 ajustado vs. US$ 8,26 estimado.

– A BlackRock possui um valor de mercado de cerca de cerca de US$ 94 bilhões, P/E (price/earnings) de 18,36, um dividend yield de 3,18% e no ano as suas ações caem cerca de 12%.

 

Para mais resumos como este, acesse o blog da Avenue: https://avenue.us/resultados-trimestrais/

 

 

Fale com a gente