Avenue
Compartilhe este post

A empresa dinamarquesa de saúde Novo Nordisk divulgou seus resultados referentes ao terceiro trimestre de 2023 antes da abertura do mercado nesta quinta-feira (02/11/2023). Os resultados superaram as estimativas dos analistas devido, novamente, ao sucesso de seus medicamentos para perda de peso, mas também enfrentando desafios no atendimento à demanda.

No terceiro trimestre, a empresa registrou receitas de US$ 8,57 bilhões, um aumento de 38% em relação ao mesmo período do ano anterior. O crescimento das vendas foi impulsionado pela forte demanda nos Estados Unidos por seus medicamentos anti-obesidade de sucesso, Wegovy e Ozempic. No entanto, a empresa teve que restringir o fornecimento de algumas doses desses medicamentos, o que pode abrir espaço para a concorrente Eli Lilly, que aguarda aprovação de seu medicamento Mounjaro para tratamento da obesidade.

O lucro por ação da Novo Nordisk no terceiro trimestre foi de cerca de US$ 0,73, um aumento de 58% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Isso superou as expectativas dos analistas de Wall Street, que previam lucros de US$ 0,67 por ação e receitas de cerca de US$ 8,19 bilhões para o terceiro trimestre.

Por fim, a Novo Nordisk aumentou seu guidance para o ano consolidado de 2023, prevendo um aumento nas vendas de 32% a 38% em 2023 em relação a 2022, bem como um aumento nos lucros operacionais de 40% a 46%. A empresa também destacou suas expectativas otimistas para as vendas de seus principais medicamentos.

 

Resultados Gerais:

– Receitas: US$ 8,57 bilhões vs. US$ 8,19 bilhões esperados pelos analistas.

– Lucro por Ação ajustado: US$ 0,73 vs. US$ 0,67 estimado.

– O Novo Nordisk possui um valor de mercado de aproximadamente US$ 172 bilhões, PE (price/earnings) de 92,85, dividend yield de 0,51% e no ano as suas ações sobem cerca de 47%.

 

Para mais resumos como este, acesse o blog da Avenue: https://avenue.us/resultados-trimestrais/

 

Fale com a gente